Busca rápidaX

MANCHETES

Oncologista de Ijuí alerta para “pandemia de câncer” no final do ano

1 de julho de 2020
Oncologista Fábio Franke. Foto: reprodução/internet

Um alerta sobre os casos de câncer que não estão sendo diagnosticados durante a pandemia da Covid-19, foi feito pelo médico oncologista e coordenador do Centro de Alta Complexidade em Oncologia (Cacon) de Ijuí, Fábio Franke.

Em entrevista para o jornal ‘A Tribuna’, de Santo Ângelo,  o profissional afirma que “uma estatística demonstra que atualmente sete, de cada 10 casos novos de câncer, não estão sendo diagnosticados pela falta de acesso a exames como biopsia e endoscopia”. Ele ainda esclarece que o fato ocorre porque toda a estrutura da medicina básica de diagnóstico está paralisada em virtude do atendimento para Covid-19.

“A gente acha que vai ter ai uma queda de 70% dos casos diagnosticados de câncer e depois uma pandemia de câncer, a partir do final do ano, quando passar essa onda de infecção”, ressalta Franke. 

O oncologista ainda acredita que após a pandemia os pacientes vão iniciar a procura por atendimento. “Vamos ter então muitos diagnósticos de câncer represados e a gente vai ter que estar preparado com a estrutura, e isso vai ser um grande desafio, porque certamente os recursos públicos vão estar bem mais escassos”, destacou. O médico ainda enfatizou que o Cacon atende 90% da sua demanda através do Sistema Único de Saúde (SUS). “Obviamente isso vai gerar um estresse, um certo desgaste, porque nós vamos precisar estar preparados para um atendimento muito maior”, concluiu.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí com informações Grupo Sepé