Busca rápidaX

Operário morre soterrado enquanto trabalhava em Santo Antônio da Patrulha

22 de fevereiro de 2018
Um operário morreu soterrado enquanto trabalhava na tarde desta quarta-feira (21) em Santo Antônio da Patrulha, Região Metropolitana de Porto Alegre, segundo informou o Corpo de Bombeiros. Adriano Dias Grassi, de 36, era funcionário terceirizado de uma empresa que presta serviços para a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan).

Grassi trabalhava nas obras de implantação da estação de tratamento de esgoto do município, e estava dentro de um canal a três metros do solo quando houve um deslizamento de terra. Chovia no momento.

Colegas dele e os bombeiros tentaram resgatá-lo ainda com vida, mas houve um segundo desmoronamento. Um dos bombeiros chegou a ficar soterrado até a altura do pescoço. Ele foi retirado e ainda seguiu trabalhando para tirar o operário debaixo da terra, com o auxílio de uma retroescavadeira, mas sem sucesso.

Grassi era morador de Osório, no Litoral Norte gaúcho. O corpo dele foi retirado no fim da tarde. A Polícia Civil vai abrir um inquérito para investigar as causas do desabamento.

Por meio de nota, a Corsan lamentou a morte e informou que "está acompanhando, junto à empresa contratada para a realização da obra, para que todos os procedimentos e apoio à família da vítima sejam tomados com a maior brevidade possível."

A empresa em que a vítima trabalhava não foi localizada.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!