Busca rápidaX

“Osmar Terra errou, e errou feio”, afirma deputado Edson Brum, do MDB

29 de maio de 2020

O deputado estadual Edson Brum, do MDB, afirmou hoje que não haverá solução mágica para a crise nas contas dos municípios gaúchos, em função da queda de arrecadação durante a pandemia. O parlamentar afirmou que, inevitavelmente, os prefeitos terão que cortar gastos, reduzindo CCs e outros gastos com folha de pagamentos. Isso porque, mesmo com a ajuda federal sancionada pelo presidente da República nesta semana, o auxílio financeiro às prefeituras não cobrirá as perdas com o recolhimento de impostos, fruto do fechamento e posterior restrição ao funcionamento das empresas. Brum citou o exemplo da própria Assembleia Legislativa, que reduziu salários dos deputados e fez ajustes internos, a fim de contribuir com recursos durante a crise. O parlamentar do MDB gaúcho ainda falou sobre sua discordância com o deputado federal Osmar Terra, seu colega de partido.

“O Osmar Terra errou e feio. Eu tive essa discussão com ele nas redes sociais. Ele disse que a Covid-19 era mais fraca que a H1N1, que o Coronavírus mataria cerca de 1,8 mil pessoas e nós estamos em 26 mil mortos. Ele disse também que o pico da doença seria no mês de abril, e não foi, há estudos indicado que o pico ocorrerá neste mês de junho, e espero que seja mesmo para que passemos logo dessa fase na qual estão morrendo mais de mil pessoas por dia. Então o Osmar Terra errou feio nas suas previsões, e não estou discutindo a pandemia e sim as previsões que ele fez”, afirmou Edson Brum

Ainda sobre o tema, Brum afirmou que o MDB é um partido que tradicionalmente preserva opiniões divergentes. Com isso, mesmo que Osmar Terra tenha ficado sozinho em seu posicionamento, internamente no MDB a questão não será levada adiante.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí.

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!