Busca rápidaX

Pai e tio são indiciados pela morte de criança de 1 ano e 11 meses em Alegrete

27 de agosto de 2020
Foto: Pedro Mello / Web noticias Alegrete

A Polícia Civil concluiu ontem (26) o inquérito que apura am morte de Márcio dos Anjos Jaques, de 1 ano e 11 meses, em Alegrete. Além do pai, Luis Fabiano Jaques, de 19 anos, que admitiu as agressões à criança, o delegado indiciou os tios do garoto por co-autoria do crime.

Luis irá responder por homicídio triplamente qualificado. O tio, Riane Quintero da Costa, de 28 anos, e a namorada dele, Roberta Eggres Prado, de 32, foram indiciados por homicídio, mas devem responder em liberdade, segundo a polícia.

O advogado Tiago Battaglin, responsável pela defesa de Luis Fabiano, afirma que ele é inocente e disse que o indiciamento “não causa nenhum tipo de estranhamento”.

O menino Márcio dos Anjos Jaques foi levado à UTI da Santa Casa de Caridade no dia 16 de agosto. Ele deu entrada no hospital em estado grave devido a inúmeras lesões no corpo e com suspeita de maus-tratos. Ele não resistiu e morreu na madrugada da segunda (17). A necropsia indicou como causas da morte traumatismo craniano e hemorragia.

Segundo o delegado, a motivação do crime alegada informalmente pelo pai seria o fato de a criança estar chorando e tê-lo deixado irritado.

Conforme a mãe do menino, Giane dos Anjos, o filho foi levado para passar o dia com o pai no mês de março, e desde então ela não o via. “Só me dizia que meu filho tava bem. ‘Ele tá bem’, mas ele não tava bem”, disse.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí com informações G1
error: Conteúdo protegido!