Busca rápidaX

Pandemia ameaça presença de mesários nas eleições de 2020

28 de julho de 2020

A pandemia do coronavírus não mudou somente a data das eleições municipais deste ano, mas também a forma como as campanhas serão realizadas. Cenas tradicionais como candidatos distribuindo santinhos e cumprimentando mão a mão os eleitores vão ter que ser adaptadas, já que o distanciamento social é a principal medida de prevenção e combate a Covid-19.

Diante desse cenário o TRE- Tribunal Regional Eleitoral está especialmente preocupado com uma questão, que é a convocação de mesários.
A chefe do cartório eleitoral de Ijuí, Sônia Reinke, disse que realmente essa é uma situação que preocupa, na medida em que a convocação dos mesários já inicia no próximo mês, e possivelmente muitos deles vão compor os grupos de risco, ou apresentar atestados que os impossibilitem de trabalhar.

Porém, segundo Sônia, como o TRE já previa essa situação, o órgão já vem tomando providências para garantir a segurança, não somente dos mesários, mas também dos eleitores e demais servidores que vão atuar nas eleições. Uma das ações do TSE é a melhor distribuição de eleitores em cada sessão e a diminuição dos mesários em cada uma delas, na medida em que algumas sessões vão operar com apenas três.

Mas, a principal ação do Tribunal Regional Eleitoral é através da campanha ‘mesário voluntário’, onde qualquer pessoa pode se candidatar para participar, basta seguir alguns requisitos que estão especificados no site. Segundo a chefe do cartório eleitoral de Ijuí, a participação gera alguns benefícios, como por exemplo, os universitários, que ao trabalharem com a justiça ganham horas de estágio. Além disso, os servidores de órgãos públicos ganham folga de acordo com as horas trabalhadas nas eleições. Para se inscrever como mesário voluntário basta acessar o site do TRE-RS e entrar no link mesário voluntário.

Outras ações do TRE para aumentar o número de mesários são parcerias com as universidades e órgãos públicos. Se mesmo assim não houver um número adequado de pessoas para atuar, a chefe do cartório eleitoral de Ijuí afirma que o TSE planeja convocar o Exército, a fim de preencher essa lacuna.

Além disso, Sônia Reinke destaca que o Tribunal Superior Eleitoral em parceria com instituições como a Fio Cruz por exemplo, está elaborando todo um protocolo sanitário para garantir a máxima segurança.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!