Busca rápidaX

MANCHETES

Para conter avanço da pandemia, Sindilojas apoia restrições no comércio de Ijuí

30 de outubro de 2020

Naturalmente, as medidas restritivas adotadas pelo poder público de Ijuí, que valem a partir de amanhã, desagradam o setor empresarial do município. No entanto, as entidades classistas têm participado do debate sobre a situação preocupante da Covid-19 em Ijuí, e muitas delas têm endossado as restrições que entrarão em vigor. Falando à Rádio Progresso hoje pela manhã, o vice-presidente do Sindilojas, Juarez Neme da Costa, foi enfático ao defender a necessidade da restrição de circulação de pessoas. Presente na reunião de ontem ocorrida na prefeitura, que definiu as regras restritivas de circulação, o dirigente lojista afirmou que a situação dos hospitais da cidade preocupa a todos, e por si só justifica o novo decreto. “Ninguém gosta das medidas que foram tomadas, mas para evitar que essa situação dos leitos hospitalares se agrave, o prefeito sugeriu ações mais contundentes e nós concordamos. Diferente do que muitas pessoas têm falado, acredito que por falta de informação, não teremos lockdown. O comércio vai trabalhar em regime de plantão, como já fizemos no início da pandemia. Ninguém quer isso, mas talvez essa seja uma medida para evitar um possível fechamento total do comércio, que seria pior ainda, e principalmente para evitar de não termos leitos de UTI a pacientes que estiverem precisando”, disse Juarez Neme da Costa.

O dirigente do Sindilojas também afirmou que, apesar de as empresas tomarem todas as precauções, e seguirem as regras para evitar a contaminação pela Covid-19 entre clientes e funcionários, os empresários novamente darão sua contribuição para reduzir os índices da doença no município.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí.
error: Conteúdo protegido!