Busca rápidaX

MANCHETES

Para Demei, temperatura influência mais no gasto de luz do que horário de verão

15 de fevereiro de 2018

O Departamento Municipal de Energia de Ijuí tem dificuldade para avaliar sobre economia de luz durante o horário de verão, porém, o diretor-presidente, Rubem Herter, ressalta que a temperatura influência mais no gasto de energia, do que o próprio horário. Segundo ele, na atualidade, especialmente pelo grande número de climatizadores, esses aparelhos fazem bastante diferença no consumo de energia elétrica, muito utilizados em dias de calor. Além do climatizador, o chuveiro e ferro elétrico são outros equipamentos considerados vilões no gasto de luz.

Sábado, 17, à meia-noite, vai terminar o horário de verão, quando os relógios deverão ser atrasados em uma hora. Para o Demei, a grande vantagem do horário de verão é a distribuição do gasto de energia em diferentes momentos entre o final da tarde e início da noite, visto maior incidência da iluminação natural, e não apenas numa concentração por volta das 18 horas.

Rubem Herter aproveita para dizer que janeiro deste ano teve apenas 10 dias com temperaturas acima de 31 graus, na avaliação do Demei, o que representou diminuição de 6,21% no consumo de luz na área da autarquia, num comparativo com o mesmo mês de 2017. No geral, até o momento, o diretor-presidente do Demei observa que o verão desse ano registra menor consumo de luz por parte dos clientes da autarquia, em relação ao verão passado.

Isso acontece em razão de temperaturas mais amenas e também devido ao acréscimo no valor da taxa de luz, o que faz as pessoas racionalizarem o consumo.

 

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!