Busca rápidaX

Para organização da Fenilact, evento deste ano teve alta genética e boa produtividade dos animais

22 de outubro de 2019

Uma das atrações da Expo-Ijuí/Fenadi deste ano foi a 10ª Fenilact – Feira Nacional de Produtos Lácteos. Um dos coordenadores do evento, Gilmar Lang, disse que a Fenilact foi destaque pela alta genética e produtividade dos animais que participaram.

 Segundo ele, isso evidencia que a grande região de Ijuí tem bovinos de boa qualidade leiteira, o que comprova que a região é a que mais produz leite no Rio Grande do Sul. No concurso leiteiro da Fenilact, na raça Jersey, os animais campeões de produção, categorias jovem e adulta, foram da propriedade de Carmen Petersen Dias da Costa, de Boa Vista do Incra.

Com 31 anos de atividade leiteira, ela observa que é preciso bom manejo, sanidade, nutrição e aproveitar as tecnologias. Os animais são criados com alimentação a pasto, ou seja, soltos em pastagens, além da utilização de silagem.

Sobre os altos e baixos no preço do leite, a agricultora de Boa Vista do Incra enfatizou que o principal problema é a falta de garantia do valor que vai ser pago. A produção atual de 50 animais é de aproximadamente 1.320 litros por dia. No último pagamento, Carmen da Costa recebeu 1 real e 46 centavos por litro de leite.

Já o produtor Luis Smaniotto, obteve os primeiros lugares nas categorias jovem e adulto da raça Holandesa, também na Fenilact desse ano. Disse que na propriedade, em Catuípe, possui 370 vacas em lactação, com produção diária de aproximadamente 11 mil e 500 a 12 mil litros de leite.

Smaniotto enfatizou que nos últimos quatro meses houve queda de 35 centavos no preço pago pelo litro de leite. Atualmente recebe 1 real e 50 centavos, mas o preço já esteve em 1 real e 85 centavos.

 

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!