Busca rápidaX

MANCHETES

Para presidente da Fecoagro, recuperação da Cotrijuí passa pela soma de esforços

5 de fevereiro de 2018

A Federação das Cooperativas Agropecuárias do Rio Grande do Sul acompanha de longe as medidas de recuperação financeira da Cotrijuí. Durante entrevista na Rádio Progresso, o presidente da Fecoagro, Paulo Pires, disse que não tem muitas informações sobre as medidas adotadas, desde a liquidação extrajudicial.

Desde segunda-feira passada houve alteração, pois por determinação da Justiça ocorreu intervenção, quando a direção liquidante da cooperativa foi afastada, com nomeação de um administrador judicial. O presidente da Fecoagro torce pelo desfecho favorável da Cotrijuí, especialmente em relação aos funcionários e associados, mas reconhece que a cooperativa vive um contexto muito difícil.

Paulo Pires frisou que em 1998 participou da recuperação da Coopatrigo, em São Luiz Gonzaga, cuja cooperativa, na atualidade, é uma das mais importantes do Rio Grande do Sul. Para ele, num momento como da Cotrijuí, a primeira medida a ser desenvolvida é a soma de esforços e não divisão. Nesse contexto, o líder precisa fazer a união.

Para hoje pela manhã está marcada uma reunião em Porto Alegre, com objetivo de discutir saídas para a crise da cooperativa. O encontro vai ser liderado pelo deputado federal gaúcho, Jerônimo Goergen, do PP. Devem participar a própria Fecoagro, ainda Tribunal de Justiça, Ministério Público, Assembleia Legislativa e até empresas credoras. Também haverá presença de representação do encontro da Associação dos Municípios do Planalto Médio, que aconteceu na última sexta-feira à tarde na prefeitura de Ijuí.

 

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!