Busca rápidaX

Para professor ano econômico de 2018 está praticamente perdido

14 de maio de 2018

Em termos de decisões mais amplas no segmento econômico brasileiro, as resoluções deverão ocorrer apenas em 2019, pois esse ano o período fica complicado visto as eleições de outubro, conforme o professor da Economia da Unijuí, Argemiro Brum. Ele frisou que o mercado espera o próximo ano, especialmente para saber quem vai ser o novo presidente da república. Além disso, existe dependência de decisões do Congresso Nacional.

Para Argemiro Brum, existem duas linhas em termos de novo governo brasileiro. Uma delas é eleger um presidente populista, mas que vai seguir com o gasto público descontrolado, sem controle fiscal, o que deverá piorar a economia brasileiro. A outra saída é a eleição de um presidente comprometido com o controle dos gastos e que realize as reformas necessária, o que acalmaria o mercado e daria espaço para investimentos e crescimento.

 

 

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!