Busca rápidaX

MANCHETES

PC do B de Ijuí inicia processo relativo ao congresso nacional da sigla

30 de julho de 2017
O PCdoB de Ijuí deu início ao processo de reuniões e ações relativos ao 14° Congresso Nacional do Partido com uma reunião ampliada do seu Comitê, realizada na tarde de ontem, 29. No processo, o PCdoB inova, com o lançamento de um aplicativo digital que tem por finalidade orientar, informar e organizar a militância partidária para os embates e ações políticas.

O aplicativo e a inserção da militância nos meios virtuais fazem parte de uma Campanha de Estruturação Partidária. A ferramenta serve como ponto de apoio, de contato entre as direções e entre a militância, e de debate. Matérias e vídeos são distribuídos diretamente através do aplicativo. “O recadastramento implica numa ação voluntária e é a ação central do plano de estruturação do PCdoB para o 14° Congresso Nacional. Todos os filiados ao partido devem se recadastrar, estar em dia com a contribuição financeira, estarem inseridos em uma organização de base e no mínimo ter realizado o curso básico de formação para participarem do congresso”, explicou o Presidente da sigla, Ângelo Schiavo.

Além do recadastramento, foi debatida também a proposta de resolução política a ser aprovada no congresso, cujas etapas já tem datas marcadas. A Conferência Municipal em 30 de setembro, a estadual em 21 e 22 de outubro e o Congresso Nacional entre os dias 17 e 19 de novembro, em Brasília-DF. Intitulado “Frente Ampla: Novos Rumos para o Brasil (democracia, soberania, desenvolvimento, progresso social”, o projeto de resolução se divide em quatro capítulos: 1) Conflitos e tensões no mundo, ofensiva imperialista e luta dos povos; 2)Balanço dos governos Lula e Dilma e avaliação do desempenho do PCdoB; 3) Governo ilegítimo contra o Brasil e o povo; 4) Fortalecer o PCdoB e elevar seu papel na resistência.

Júnior Piaia realizou uma síntese do documento, que além de uma profunda análise de conjuntura, apresenta diretrizes para a organização e o crescimento do PCdoB, no vasto território nacional. “Entendemos que vamos enfrentar uma prolongada fase de resistência e uma jornada longa para os movimentos progressistas e populares. Neste processo de análise, nossa tarefa é projetar o Partido para intervir na realidade da luta inclusive em nível local, apresentando objetivos e sinalizando para a sociedade que o PCdoB vai jogar um papel como força lúcida e consequente, ao lado da democracia, do povo e dos trabalhadores e trabalhadoras.”

Piaia reiterou que cabe a militância neste momento aprofundar o estudo no sentido da reafirmação das convicções na mudança da sociedade, retomando o caminho da democracia, da justiça social, do respeito ao estado democrático de direito, da soberania, da paz e do crescimento econômico. “No centro do debate não devem estar nomes, mas um projeto para a nação. Queremos debater uma Frente Ampla com todas as forças organizadas da sociedade que tenham como objetivo restaurar a democracia e o Estado Democrático de Direito, retomando as garantias constitucionais fundamentais no combate à corrupção, assegurando a soberania nacional e retomando o crescimento econômico com estímulo à produção nacional, contra as desnacionalizações, privatizações e demolição das empresas brasileiras e principalmente, com a manutenção e ampliação dos direitos do povo, a valorização do trabalho, dos empregos, distribuição de renda e inclusão social”, concluiu.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!