Busca rápidaX

MANCHETES

PC indicia morador de Coronel Barros suspeito de adotar gatos pela internet para depois matar os animais

29 de novembro de 2021

A Polícia Civil informou nesta segunda-feira (29) o indiciamento de um homem, suspeito de adotar gatos pela internet e depois matá-los. O investigado, que é morador da cidade de Coronel Barros, responde em liberdade por maus-tratos pelo fato de que não houve flagrante.

Apesar de testemunhas terem indicado cerca de 20 casos, os agentes não conseguiram provas materiais dos crimes. Mesmo assim, ele foi responsabilizado por quatro casos que havia confessado durante depoimento. A defesa do indiciado diz que seu cliente é inocente e que voltou atrás em relação à confissão, já que estava nervoso na época. Além disso, foi feito registro de que houve ameaças e divulgação de várias “fake news” ao suspeito.

O delegado Regional de Ijuí, Ricardo Miron, destaca que o indiciamento ocorreu há alguns dias e só foi divulgado nesta segunda-feira porque ainda eram aguardadas algumas decisões judiciais. As medidas não estão sendo divulgadas porque ainda podem vir a ser motivo de investigação posterior. Segundo Miron, Fernando Adolfo Ketzer, 40 anos, morador de Coronel Barros, responderá pelo artigo 32 da 9.605, sobre maus-tratos a animais, com pena prevista de dois a cinco anos de prisão.

Ele vai responder ao processo em liberdade, apesar da mudança da lei no ano passado, porque não houve flagrante. Miron ressalta que, apesar dos depoimentos, não houve indícios, apenas os fatos relatados pelo próprio indiciado. Por isso ele responde pelas quatro mortes e agressão a um dos animais, que sobreviveu. Um filhote de gato foi encontrado na casa de Ketzer, no dia da abordagem policial, em outubro, mas sem ferimentos e foi encaminhado para adoção. Por enquanto, não se sabe o que o teria levado a cometer os crimes.

 
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Gaúcha ZH
error: Conteúdo protegido!