Busca rápidaX

MANCHETES

PC investiga caso de segurança que teve nariz quebrado ao pedir para cliente usar máscara, em Santo Ângelo

4 de setembro de 2021

O segurança de um supermercado de Santo Ângelo foi agredido por um cliente do estabelecimento que se negou a usar máscara de proteção contra o coronavírus. O caso, ocorrido na última quarta-feira (1°), está sendo investigado pela Polícia Civil do município.

Jorge Valdecir Nascimento da Silva, 53 anos, está afastado das funções em decorrência de uma fratura no nariz. Ele disse que havia iniciado o expediente cerca de meia hora antes de o cliente ingressar no estabelecimento, por volta das 16h30. “Ele chegou sem máscara, então eu cobrei. É uma norma geral, todo estabelecimento comercial cobra isso. Em um primeiro momento ele concordou e colocou”, relatou.

Instantes depois, uma caixa do supermercado chamou o segurança e mostrou o homem, que estava na fila para o pagamento, mais uma vez, sem máscara. “Falei novamente que ele não poderia permanecer no estabelecimento assim. Sugeri que ele se retirasse, mas ele não quis sair, então começou uma discussão. Neste momento, fui em direção à porta e, quando vi, ele desferiu um soco no meu rosto. Fiquei tonto, mal sabia o que fazer”, relata Silva, que foi encaminhado ao Hospital Santo Ângelo.

Segundo o segurança, o homem que o agrediu fugiu do local e não foi mais visto nas proximidades.

De acordo com a Polícia Civil, o caso é tratado como lesão corporal. Segundo o delegado Rodrigo Bozzetto, da Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Santo Ângelo, um termo circunstanciado foi instaurado para apurar os fatos. A vítima foi encaminhada para fazer exame das lesões corporais e as partes serão ouvidas nos próximos dias.

 

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Gaúcha ZH
error: Conteúdo protegido!