Busca rápidaX

Pediatra se veste de super-herói para atender crianças doentes

3 de fevereiro de 2020
Superpediatra Ricardo Fonseca - Fotos: reprodução / Instagram

Um pediatra brasileiro decidiu trocar o jaleco branco por roupas de super-herói para atender crianças de um hospital público no Distrito Federal. Ricardo Fonseca se veste de Batman, de Super-Homem, de Homem-Aranha, de Capitão América e assim vai se aproximando dos pequenos pacientes do Hospital Regional do Gama (HRG), onde trabalha.

A mudança no visual do médico conquista as crianças, os pais e transforma as consultas em um momento de alegria. Dr. Ricardo é conhecido nas redes sociais como o “superpediatra” e já tem mais de 70 mil seguidores no Instagram.

A ideia

Ele teve a ideia em 2018, quando percebeu o medo que as crianças tinham do jaleco. “Nos atendimentos eu via como as crianças tinham medo do jaleco branco. Principalmente as maiores, porque no primeiro ano elas tomam muitas vacinas e acabam associando a dor ao jaleco branco. Então, em 2018, tive a ideia de usar os jalecos de super-heróis para ‘quebrar com esse vilão’. Depois disso, as crianças adoraram”, conta.

Ricardo já usava as roupas de super-herói nas visitas médicas e sociais que fazia em creches da Estrutural – área carente do Distrito Federal – e na rede privada, onde atuava.

A receptividade das crianças foi tão boa que ele aumentou a coleção e comprou também roupas do Homem-Aranha e Capitão América, além do Batman e Super-Homem. As encomendas são de uma loja do Rio Grande do Sul.

Mágicas

Em janeiro deste ano, depois que passou no concurso da Secretaria de Saúde do Distrito Federal, o “superpediatra” começou a atuar no HRG. “Vi os bons resultados e resolvi usar aqui também. É engraçado porque, com eles, se quebra aquele gelo da consulta entre médico e paciente. Acabamos indo para uma área mais lúdica e humanizada do atendimento”, diz Fonseca.

Além dos trajes de super-heróis, Ricardo faz truques de mágica e leva figurinhas coloridas, para alegrar os pacientes.

As reações

Ana Clara, 6 anos, se impressionou na consulta. Quando soprou uma caixinha vazia trazida pelo médico, apareceu dentro dela um boneco do Super-Homem – coisa que ela não vê em outros hospitais.

“Gostei muito”, comentou a pequena, sorridente, enquanto acompanhava a consulta do irmão mais novo, Nicolas, de um mês.

A mãe das crianças, Juliana de Medeiros, elogiou o atendimento. “Muitas crianças têm medo ao falar de médicos, hospitais e consultas. Quando um pediatra atende assim, acaba divertindo a criança e, no processo, acalmando a mãe. É muito bom”, elogia Juliana.

Consultas

As consultas pediátricas no HRG não são de porta aberta. É preciso agendar e marcar pelas unidades básicas de saúde (UBS), por meio da regulação da Região de Saúde Sul. O Dr. Ricardo atende de terça e sexta-feira, de manhã e à tarde.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Só notícia boa

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!