Busca rápidaX

Pela primeira vez na história, Ijuí registra casos de Zica virus e febre chicungunya

12 de dezembro de 2016
A doença mais conhecida e em maior índice entre a população, causada pelo mosquito Aedes aegypti, é a dengue. No entanto, várias pessoas também sofrem com a febre chicungunya e o zica vírus. O município de Ijuí registrou, recentemente, casos dessas duas últimas doenças, os primeiros da história. Uma mulher, moradora do bairro Boa Vista, teve febre chicungunya, segundo confirmação do Laboratório Central da secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul.

O caso ocorreu no primeiro semestre deste ano. A vítíma, já com idade avançada, também possui outros problemas de saúde. Em relação à chicungunya, ela já está curada. No tacante ao zica vírus, foi um registro confirmado numa gestante moradora do bairro Luiz Fogliatto de Ijuí. A secretária municipal de Saúde, Márcia Boniatti, explica que a mulher contraiu a doença no segundo trimestre de gravidez e a criança nasceu sem seqüelas.

O bebê tem alguns meses de vida e segue com monitoramento pela rede municipal de saúde, assim como a mãe. Márcia Boniatti esclarece que a criança ainda pode desenvolver algum problema de saúde após o nascimento. Geralmente, o zica vírus provoca microcefalia, ou seja, má formação do cerebro do bebê durante a gestação, mas não foi o caso da gestante em Ijuí.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!