Busca rápidaX

MANCHETES

Pesquisadores criam pão de queijo com erva-mate

10 de julho de 2017
Pão de queijo feito com erva-mate é a criação recente de um grupo de pesquisa da Universidade de Passo Fundo (UPF). É uma invenção curiosa, mas que tem como objetivo mostrar que a Ilex paraguariensis St. Hil pode ser usada mais na indústria da alimentação e não apenas no chimarrão dos gaúchos. Tanto que a pesquisa recebeu o título: “Erva-mate como componente funcional no desenvolvimento de processos e produtos alimentares.” 

O produto será chamado de “Pão de queijo gauchinho”. Foi firmada uma parceria com a empresa Belém Indústria e Comércio de Produtos Alimentícios (Belemix), de Passo Fundo. Depois de desenvolvido, será colocado no mercado.

O projeto é do Programa de Pós-Graduação em Ciência  Tecnologia de Alimentos. Foi aprovado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Professora que coordena o projeto, Telma Bertolin lembra que a há muitos estudos que mostram que a erva-mate tem potencial antioxidante e redutor do colesterol. Também está relacionada à aceleração do metabolismo, desencadeando ações anti-inflamatórias.

–Tivemos a ideia de fazer um produto que tem bastante aceitação no mercado, que é o pão de queijo. O projeto pretende desenvolver processos e produtos alimentares, com a inovação de produzir microcápsulas do extrato de erva-mate que podem ser adicionadas aos produtos, garantindo a manutenção das propriedades funcionais dessa substância.

Colocar a erva-mate em cápsulas é uma forma de manter as propriedades da planta. Protege de confuções ambientais, como luz e temperatura, explica a aluna Cíntia Gris, que integra o grupo de pesquisadores.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!