Busca rápidaX

Planos de saúde propõem atendimento que priorize médicos de família

23 de outubro de 2018
Palestrantes discutem atenção primária à saúde no 4° Fórum da Saúde Suplementar, da Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde), na Barra da Tijuca.

A Fenasaúde- Federação Nacional de Saúde Suplementar, entidade que representa 17 grupos de operadores de planos privados de saúde, apresentou ontem, durante o 4º Fórum de Saúde Suplementar, 11 propostas que visam o fortalecimento e desenvolvimento do setor em 2019. Uma das principais sugestões é a adoção de um modelo de atendimento baseado na atenção básica e estruturado através de uma rede hierarquizada.

De acordo com a entidade, os planos atuais, ao permitirem o livre acesso a médicos especialistas, se tornaram caros, ineficientes e geradores de desperdícios. Além disso, ao operarem apenas como meio de tratamento de doenças, não estariam sendo capazes de promover de fato a saúde. Pela proposta apresentada, o paciente seria acompanhado por uma equipe multidisciplinar articulada e liderada por um médico de família, que seria responsável pelo atendimento primário, pelo acompanhamento do histórico do usuário e pelo eventual encaminhamento a outros níveis de atenção. 

Na ocasião, também foi lançada a publicação Desafios da saúde suplementar 2019, que além das propostas, traz um panorama do setor. De acordo com dados da ANS- Agência Nacional de Saúde Suplementar, atualmente 47,2 milhões de pessoas no Brasil são beneficiárias de planos de saúde de assistência médica e 23,5 milhões têm planos exclusivamente odontológicos.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: http://agenciabrasil.ebc.com.br

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Peugeot Champs Elysées
Estude Medicina na Argentina

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido !!!