Busca rápidaX

MANCHETES

Polícia conclui que corpo encontrado em Eugênio de Castro é de morador de Jóia

14 de julho de 2020
Foto: divulgação

A Polícia Civil confirmou, através de um exame de DNA, que o corpo encontrado em avançado estado de decomposição no dia 14 de maio, na localidade da Lagoa da Mortandade, em Eugênio de Castro, é do idoso Lauri Schneider, de 72 anos, que estava desaparecido desde o dia 25 de abril.

O agricultor morava sozinho na localidade de Carajá Grande, no interior do município de Jóia. De acordo com a Polícia Civil, os familiares da vítima perderam o contato com o idoso no dia 25 de abril. Na propriedade do homem os policiais identificaram que foi roubado um trator, armas e demais utensílios pessoais. A casa do idoso também estava revirada com marcas de violência. A perícia esteve no local e fez levantamentos em toda a residência, onde supostamente ocorreu o crimes. De acordo com os vizinhos, foram ouvidos barulhos de carro e de trator na noite do crime.

Após a localização do corpo, 19 dias depois do desaparecimento, foi realizado o exame pericial para identificação da vítima. Segundo o delegado Ricardo Miron, o resultado do exame do corpo indicou a probabilidade de ser o idoso, sem ser conclusivo. Contudo, segundo as evidências do inquérito, a polícia afirma se tratar do homem. 

De acordo com Miron, o corpo já foi enterrado com autorização judicial e está sendo providenciada a certidão de óbito via judicial. A polícia segue investigando a autoria do crime.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí com informações Grupo Sepé