Busca rápidaX

Polícia investiga suposto desvio de R$ 10 milhões na Federação dos Logistas do RS

29 de novembro de 2019
Foto: Alvaro Grohmann / Correio do Povo

Uma investigação deflagrada pela Polícia Civil aponta que integrantes da Federação das Câmaras dos Dirigentes Lojistas (FCDL) estariam envolvidos em desvios de dinheiro uso de dinheiro da entidade para despesas pessoais e compra de apoio para eleições internas. A operação foi desencadeada na manhã desta sexta-feira pela 17ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre.

São cumpridos mandados de busca e apreensão em sete endereços, incluindo a sede da federação. A Justiça também autorizou bloqueio de bens dos investigados, mas rejeitou pedidos de prisão. 

De acordo com o delegado Juliano Ferreira, o alvo principal da operação policial é o presidente da FCDL, Vitor Augusto Koch. Ele dirige a entidade desde 2006 e tem mandato válido até o final de 2020. Além de Koch, outro empresário e dois funcionários da FCDL seriam suspeitos de estelionato, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e organização criminosa.

“Ao longo de mais de uma década, foram desviados cerca de R$ 10 milhões. Eram desvios praticados pelo presidente que se materializavam em enriquecimento ilícito. Isso se dava através da emissão de notas fiscais que simulavam compras de bens e serviços tais como a compra de vinhos. Para se ter uma ideia, no ano de 2014, foram emitidos quase R$ 700 mil em vinhos, sendo que é humanamente impossível consumir tantos vinhos. Era uma prática para esquentar determinadas compras e desvios”, disse Ferreira.

Conforme Ferreira, as investigações tiveram início por conta de denúncias realizadas pelo vice-presidente da entidade. No final do ano passado, um grupo de empresários ligado à FCDL já havia solicitado na Justiça o afastamento de Koch da direção da instituição, mas a solicitação foi negada pela 4ª Vara Cível de Porto Alegre. 

A reportagem procurou o presidente da entidade e a assessoria de imprensa da FCDL, mas ainda não obteve resposta.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Correio do Povo

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!