Busca rápidaX

Preço da gasolina cai nas refinarias, mas redução ainda não chega ao consumidor

16 de março de 2020

O preço do petróleo no mercado internacional desabou com a desaceleração da economia global, o que permitiu à Petrobrás anunciar, na última semana, uma redução de 9,5% no preço da gasolina nas refinarias. O diesel também teve seu preço de referência reduzido em 6,5%. A questão é que a redução ocorreu nas refinarias, que vendem os produtos às distribuidoras, e só depois disso os combustíveis chegam aos postos.

Em contato com a reportagem da RPI, o presidente do Sulpetro, Sindicato gaúcho de postos de combustíveis, João Carlos Dal’Aqua, explicou que normalmente a redução de preços é represada por alguns dias. Outro ponto que dificulta a redução de preços é a carga tributária. No caso do ICMS, em especial, a alíquota é calculada em cima de um preço determinado pela Receita Estadual e que não tem alteração imediata, ou seja, o imposto segue mais alto por algum tempo.

Em Ijuí, os postos de combustíveis ainda não registraram os efeitos da redução do preço do petróleo. Nos três estabelecimentos com a chamada bandeira branca, que recebem produtos de diversos fornecedores, os preços se mantêm inalterados nos últimos 15 dias. A média de preços da gasolina comum é de R$ 4,66 centavos nestes estabelecimentos, enquanto o preço do diesel foi o único que teve redução. Enquanto dois postos vendiam o produto comum a R$ 3,39, outro estabelecimento já tinha recebido novo carregamento de diesel com preço de R$ 3,25.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí.

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!