Busca rápidaX

MANCHETES

Prédio desaba em Fortaleza e sobrevivente envia selfie embaixo dos escombros

16 de outubro de 2019
Estudante enviou selfie de debaixo de escombros de prédio que desabou em Fortaleza — Foto: Arquivo pessoal

Um prédio residencial desabou na manhã de terça-feira (15) no Bairro Dionísio Torres, área nobre de Fortaleza. Duas mortes foram confirmadas; nove pessoas foram resgatadas com vida e outras nove estão desaparecidas, segundo o comando do Corpo de Bombeiros do Ceará.

Contudo, um fato inédito chamou atenção em meio a tragédia. O estudante universitário Davi Sampaio ficou preso nos escombros do edifício e pediu socorro encaminhando uma selfie a seu pai. “Meu filho me ligou dizendo que estava indo para a faculdade e eu desejei tudo de bom para ele e disse que ele fosse com Deus. Só passou três minutos quando ele me ligou de volta dizendo que estava debaixo dos escombros. Eu não acreditei pelo impacto, pois eu tinha acabado de falar com ele. Pensei que era brincadeira, mas era verdade”, relatou.

Segundo Paulo Martins, o estudante pediu para que ele o salvasse. “Ele me ligou e disse: ‘papai, ligue para os bombeiros e me salve’. Eu corri, peguei o carro e quando cheguei lá, já tinha polícia, bombeiros e a maior confusão do mundo”, contou o morador do edifício.

Em entrevista, Paulo disse que Davi está bem e que recebe atendimento em um hospital. “Ele foi medicado e está fazendo um raio-x. Está bem.”

O advogado havia saído de casa para sacar dinheiro em uma agência bancária para pagar o condomínio e a taxa extra da reforma, no momento em que o prédio desabou.

De acordo com o morador do edifício, um engenheiro que também mora no prédio comentou com ele que a obra estava incorreta. “Ele me disse que no prédio de um colega dele, demoraram 60 dias para fazer o que foi feito aqui em poucos dias desde o começo da obra. Segundo Paulo Bezerra, as obras começaram na última segunda-feira (15).

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: G1

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!