Busca rápidaX

MANCHETES

Prefeitos da região integram primeira direção do Consórcio Estadual da Famurs

9 de maio de 2018

A diretoria e o conselho fiscal do Consórcio Estadual Famurs foram definidos ontem à tarde, 08, durante Assembleia realizada na sede da entidade. Os prefeitos gaúchos que ratificaram o protocolo de intenções de constituição da nova ferramenta elegeram por aclamação a chapa, definindo o dirigente da Famurs, Salmo Dias de Oliveira, como presidente do Consórcio. A iniciativa, que já tem a adesão de 34 prefeituras, beneficiará um milhão de pessoas.
 

O presidente Salmo reafirmou a importância da criação do Consórcio Estadual Famurs no sentido de contribuir para a otimização de recursos, considerando que o aumento na demanda repercutirá, consequentemente, na diminuição do valor do produto ou serviço que será adquirido. “Percebemos a necessidade de ter um consórcio habilitado e capacitado a fazer compras de grande envergadura, sem interferir nas atividades desenvolvidas pelos 79 consórcios já existentes no Rio Grande do Sul. A maioria deles retrata uma gestão bem-sucedida e não iremos ferir estas estruturas que já estão em operação”, ressaltou.
 

Idealizador do Consórcio, Salmo ressaltou que, além dos já habilitados, 279 municípios manifestaram a intenção de aderir à ferramenta e apenas aguardam a votação nas Câmaras de Vereadores do projeto de lei que ratifica o protocolo de intenções. Face à importância desta iniciativa, que está atraindo a atenção também de gestores municipais de outros Estados, o case do Consórcio Estadual Famurs será apresentado no próximo dia 23, às 16h, na Capital Federal, durante a programação da XXI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. Na ocasião, o presidente Salmo será um dos coordenadores da arena de debates com a temática “Consórcios e Contabilidade”.
 

Na Assembleia, também foi aprovado o estatuto e contrato de consórcio. O presidente Salmo aproveitou o encontro para saudar aos prefeitos e funcionários da Famurs que trabalharam para o desenvolvimento desta proposta. “Agradeço aos prefeitos Cássio, de Pantano Grande; Giovane, de Venâncio Aires; o secretário-executivo da Amaja, João e o apoio da Associação Gaúcha de Consórcios Públicos (Ageconp) que muito nos auxiliaram nessa empreitada”, disse Salmo. A diretoria escolhida será composta por presidente, 1º vice-presidente, 2º vice-presidente, 1º secretário, 2º secretário, 1º tesoureiro e 2º tesoureiro. Já o conselho fiscal será constituído por três membros efetivos, com o mesmo número de suplentes. Os mandatos da diretoria e do conselho serão de dois anos.
 

Confira a composição:
 

Presidente
Salmo Dias de Oliveira
Prefeito de Rio dos Índios

 

1º vice-presidente
Daniel Hinnah
Prefeito de Panambi

 

2º vice-presidente
Claiton Gonçalves
Prefeito de Farroupilha

 

1º secretário
Altair Francisco Copatti
Prefeito de Três de Maio

 

2º secretário
Giovane Wickert
Prefeito de Venâncio Aires

 

1º tesoureiro
Cássio Nunes Soares
Prefeito de Pantano Grande

 

2º tesoureiro
Corinha Beatris Ornes Molling
Prefeita de Sapiranga

 

Conselho Fiscal
 

Membros efetivos
 

Eduardo Buzzatti
Prefeito de Pejuçara

Vilmar Zimmermann
Prefeito de Augusto Pestana

Mário Roberto Utzig Filho
Prefeito de Santa Bárbara do Sul

 

Membros suplentes
 

Carlos Alberto Bordin
Prefeito de Jacutinga

Edinaldo Rupulo Rossetto
Prefeito de Novo Barreiro

Leonel Fernando Petry
Prefeito de Tuparendi

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!