Busca rápidaX

MANCHETES

Prefeitura de Panambi contesta valores de dívida com hospital

7 de janeiro de 2018

O prefeito Daniel Hinnah contestou informações sobre dívidas da prefeitura de Panambi com o hospital do município. Segundo ele, os valores não estão nem perto de somar R$ 1 milhão, como alega a direção da instituição de saúde. Existe uma pendência de R$ 262.648,64 referente ao mês de novembro de 2017, vencida em 20 de dezembro.

Isso corresponde à contrapartida municipal, paga com recursos próprios, para custeio dos atendimentos feitos através do Sistema Único de Saúde (SUS). Já a fatura de dezembro vence somente no dia 20 deste mês e, portanto, não pode ser considerada em atraso. Outro recurso equivocadamente contabilizado como dívida refere-se a uma emenda parlamentar da deputada federal Maria do Rosário, no valor de R$ 200 mil, que não foi repassado porque a direção do hospital não apresentou o plano de aplicação do dinheiro.

Como essa é parte fundamental no posterior processo de prestação de contas, o recurso não pode ser repassado antes de solucionada a pendência. Comentando sobre o episódio, o prefeito Daniel lamentou os exageros na quantificação dos valores da dívida. Ele ressaltou que compreende as dificuldades financeiras por que passa a instituição, pois também o poder público precisa trabalhar com restrições orçamentárias.

No entanto, não considera apropriada esta prática de buscar pressionar pela liberação de recursos divulgando informações inverídicas, distorcidas. “Em todo ano de 2017 houve apenas esse atraso e isso só aconteceu porque priorizamos o pagamento de salários do funcionalismo municipal e da segunda parcela do 13º”, disse.

 

 

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!