Busca rápidaX

MANCHETES

Prematuridade: Hospital Unimed valoriza acolhimento dos pais e capacitação da equipe

22 de novembro de 2019
Foto: Assessoria de Comunicação Corporativa

O nascimento de um bebê prematuro vem acompanhado de medo e insegurança. A rotina de visitas ao hospital se torna mais árdua por todas as dúvidas que permeiam este período. Mas uma equipe preparada para atender com carinho o bebê e seus pais faz toda a diferença. Na UTI Neonatal do Hospital Unimed Noroeste/RS ações para o recém-nascido, para a família e de capacitação da equipe ocorrem periodicamente e foram foco também na Semana da Prematuridade 2019.

O tema deste ano valorizou o conceito “Nosso jeito de cuidar: carinho, atenção e amor”. Na segunda-feira, 18, a equipe multidisciplinar participou de roda de conversa “Um desafio diário”, com a pediatra Luciana Faustini Pereira, que abordou aspectos do cuidado humanizado, a importância e a segurança do trabalho em equipe, bem como a necessidade de seguir rotinas e protocolos. A médica frisou a empatia como fundamental no atendimento aos pacientes. “Acolher e ouvir também é uma forma de humanização”, reiterou.

Já na terça-feira, 19, profissionais de Enfermagem participaram de treinamento sobre “Circulação Transicional e posicionamento de cateter venoso central no recém-nascido”, com o pediatra Marcelo Miron. A data também contemplou atualização de conhecimentos sobre “Cuidados de Enfermagem com Cateter Central de Inserção Periférica (Picc), capacitação desenvolvida pelas enfermeiras Gerli Herr e Fernanda Abramowicz.

Através de ações do Projeto Humanizar, alicerçado no tripé acolher, cuidar, aconchegar, a instituição busca tornar o tempo de internação mais leve ao recém-nascido e à sua família. Atendendo a este propósito, o Hospital Unimed também realizou momento diferenciado aos pais. Houve recepção com lanche e entrega de foto do bebê. “A prematuridade é um momento difícil, mas de motivação. Nosso acolhimento busca sempre tranquilizar a família. O envolvimento da equipe e a receptividade transmite mais segurança”, explica a enfermeira Fernanda Abramowicz, que atua na UTI Neonatal. O Dia da Prematuridade é lembrado em 17 de novembro. O período também é conhecido como Novembro Roxo.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Assessoria de Comunicação Corporativa

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!