Busca rápidaX

Preparador físico fala sobre a pré-temporada do São Luiz

2 de janeiro de 2020

Nesta quinta-feira(02), o São Luiz completou 40 dias de pré-temporada, visando as competições que vai disputar em 2020. O preparador físico do Rubro, Anderson de Lazari sobre sobre a preparação da equipe. Começou falando sobre como os atletas se reapresentaram depois de 2 dias de folga para o feriado de Ano Novo.

Todos se apresentaram nas mesmas condições que saíram e de baixa para treino apenas o Ramon que segue com dores“.

Anderson também falou como foi a reidratação dos atletas durante o calor que assolou Ijuí com temperaturas elevadas.

É uma preocupação que temos. Estamos realizando os treinos mais intervalado, com mais pausas para justamente dar este suporte para os atletas se hidratarem, eles perdem de 2 a 3 quilos dependendo do volume e da intensidade do treino. É uma questão que não temos como fugir e vai ser assim nos jogos essa questão do calor, a alta taxa de suor, a perda hídrica durante os treinos e jogos, mas de um dia para o outro o pesos já vem recuperado de uma sessão para outra“.

O preparador físico também avaliou a pré-temporada nestes 40 dias.

Positiva. Atletas com nível muito bom de treinamento, extremamente competitivos, muitos adaptados com aquilo que a gente quer, todos vieram com uma condição física ideal. É um grupo diferente no quesito físico, mais jogadores com características de intensidade, que podem suportar mais a intensidade de um jogo. Tivemos algumas baixas durante o percurso, até mais do que estamos acostumados, mas seguimos com um número muito baixo de lesões musculares. Tivemos o Talles que teve uma contratura num lance totalmente bobo e os demais são pancadas, tivemos muitos relatos de dores em articulações, pois temos pegados campos muito duros devido as condições climáticas, mas estamos nos melhores níveis, ainda temos mais umas coisas para aprimorar nestes dias que ainda restam para que possamos fazer um campeonato melhor do que o de 2019“.

Anderson de Lazari afirma que o grupo tem que está 100% até o dia da estréia.

Tem que está. Até por que a nossa estréia já é uma final. Considerado confronto direto. Um jogo importante mesmo fora de casa, uma equipe que está voltando, tivemos essa experiência em 2018, quando retorna do acesso, precisa ganhar todos os pontos possíveis e na sua casa mais ainda, mas a partir do dia 22 estaremos nas melhores condições“.

Foto: Keller Steglich/RPI

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!