Busca rápidaX

Presença de ferrugem asiática é menor nesta safra de soja na região de Ijuí do que no período passado

22 de janeiro de 2020
Foto: reprodução / internet

A ferrugem asiática ou esporos da doença são registrados em menos intensidade nesta safra de soja na região de Ijuí, do que no mesmo período do ano passado. Segundo o agrônomo do escritório regional da Emater, com sede em Ijuí, Gilberto Bortolini, em razão do clima mais seco registrado recentemente, neste ano a pressão é menor para que a ferrugem asiática se instale na oleaginosa.

Isso porque, se houver menos umidade, geralmente existe menor possibilidade de registro da doença. Mesmo assim, Bortolini destaca que os agricultores já efetuam aplicação de agroquímicos como forma preventiva para evitar a ferrugem asiática. Até porque, agora retornou mais umidade com as chuvas.

O Consórcio Antiferrugem, que monitora a doença em todo o Brasil, aponta que no momento há esporos de ferrugem asiática em lavouras de soja de Cruz Alta, Tupanciretã, Júlio de Castilhos, Sarandi e Palmeira das Missões.

Esporos significa que a doença ainda não está instalada. Por outro lado, existe registro de focos de ferrugem asiática em soja voluntária dos municípios de Ronda Alta, Não Me Toque, Ibirubá e Espumoso. Soja voluntária se refere à oleaginosa que nasce espontaneamente em beiras de lavouras, estradas, dentre outras áreas.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!