Busca rápidaX

Presidente Bolsonaro faz 2 exames por dia para monitorar efeitos da hidroxicloroquina

13 de julho de 2020

Apesar de garantir que está “perfeitamente bem” no tratamento contra a COVID-19, por tomar doses de hidroxicloroquina, o presidente Jair Bolsonaro precisa de avaliações cardiológicas devido ao uso do medicamento.

Desde que foi diagnosticado com a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) está fazendo exames de eletrocardiograma duas vezes ao dia para monitorar a frequência cardíaca, segundo revelou o jornal O Globo.

A medida é uma orientação da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) para pacientes que usam a hidroxicloroquina no tratamento contra o vírus, já que a possibilidade de complicações cardíacas é elevada.  A entidade não recomenda o uso da droga no combate ao novo coronavírus, mas diz que “para os pacientes que optarem pela realização do tratamento, que sejam realizados eletrocardiogramas”.

O monitoramento do coração de Bolsonaro tem sido diferente do que sugere a SBC. Pelas recomendações da instituição, os eletrocardiogramas para pacientes que são tratados à base de hidroxicloroquina devem ser feitos no primeiro, terceiro e quinto dias após a ingestão da primeira dose da substância, e não duas vezes por dia.

O presidente já afirmou que está tomando a substância, apesar de não existir comprovação científica da eficácia do medicamento para o novo coronavírus.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Metrópoles e Estado de Minas. Foto: Reprodução Facebook.