Busca rápidaX

Presidente da Apromilho quer esforço para superar três gargalos do segmento

24 de fevereiro de 2017
Para o presidente da Associação dos Produtores de Milho do Rio Grande do Sul, Claudio de Jesus, existem três gargalos para serem superados a fim de melhorar a realidade dessa produção para os agricultores. Ontem o tema foi debatido durante o Fórum Mais Milho, realizado em Ijuí. Claudio de Jesus comenta que uma das situações diz respeito à superação do desiquilíbrio de preço pago ao produtor. Nesse ponto, ele entende que a saída pode estar na venda antecipada do cereal.

Outro gargalo é a irrigação, que precisam ser ampliada no Rio Grande do Sul. Atualmente, 18% da área de milho é irrigada. O presidente da Apromilho acha possível chegar a 30 ou 40% num período de 5 a 6 anos. Além disso, Claudio de Jesus observa que também é preciso avançar num seguro de renda para o produtor rural, a fim de que o agricultor não sofra percalços financeiros em casos de problemas climáticos.
 
Agora, cada representante da área específica que participou do evento ontem em Ijuí vai atuar para melhorar o segmento de milho. O presidente executivo da Associação Brasileira dos Produtores de Milho, Alisson Paolinelli, por exemplo, representa a entidade no debate sobre o seguro renda, com a finalidade de reunir, também, a indústria de fertilizantes e o setor de máquinas.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!