Busca rápidaX

MANCHETES

Professor é indiciado por assédio sexual contra 13 alunas

28 de setembro de 2021

Um professor foi indiciado por ter assediado sexualmente pelo menos 13 alunas de escolas do Oeste de Santa Catarina. A investigação foi finalizada na última sexta-feira, dia 24, pela Polícia Civil de Modelo, na mesma região.

Segundo as investigações, o educador se aproveitou, por diversas vezes, de aulas presenciais para praticar atos inapropriados e ofensivos à dignidade sexual de alunas adolescentes. Ele deixava claro que se as vítimas não se submetessem às suas vontades, seriam prejudicadas no ano letivo.

Pelo menos 13 vítimas confirmaram o crime. As adolescentes disseram à polícia que o professor passava as mãos pelos seus corpos e cabelo.

O crime de assédio sexual possui pena de um a dois anos e é aumentado no caso de ser praticado contra menor de idade. Para preservar a identidade dos envolvidos, a polícia não divulgou a cidade onde o crime ocorreu e tampouco as escolas. O caso contou com o apoio do Conselho Tutelar.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: ND+.
error: Conteúdo protegido!