Busca rápidaX

MANCHETES

Professores estaduais decidem manter greve nas escolas gaúchas

12 de setembro de 2017

A greve dos professores gaúchos deve seguir, pelo menos, até a próxima quinta-feira (14), quando os trabalhadores vinculados ao Executivo participam de encontro com o secretário da Fazenda, Giovani Feltes, e da Educação, Ronald Krummenauer. A decisão foi tomada em ato público do Cpers-Sindicato, nesta terça-feira (12), em Porto Alegre.

A adesão à greve do magistério estadual é bastante diferenciada em escolas de Ijuí e região. Na escola Técnica Estadual 25 de Julho de Ijuí, por exemplo, parte dos professores do ensino médio normal está parada, porém outros atuam 
normalmente. Já o curso técnico em Informática não tem aula. Os cursos técnicos em Eletrotécnica, Mecânica e Móveis funcionam parcialmente, pois há professores paralisados.

O 31º Núcleo do Cpers, agendou para o dia 13, às 14:00, no Anfiteatro da Praça da República, uma plenária para discussão do assunto.

Os educadores reclamam o parcelamento da folha salarial de agosto, o 21º da gestão do Governador Sartori. O Estado promete integralizar os vencimentos nesta quarta-feira (13), com depósitos para as faixas restantes, uma de até R$ 3.000,00 por vínculo e o saldo do vencimento.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!