Busca rápidaX

Programa Cidade Empreendedora vai impulsionar economia local

27 de julho de 2021

Em cerimônia realizada no auditório da Associação Comercial e Industrial de Ijuí, ACI, na tarde desta terça-feira (27), foi assinado o termo de parceria entre a Prefeitura de Ijuí, o Serviço Brasileiro de apoio ás Micro e Pequenas Empresas, SEBRAE, ACI, Unijuí, além do apoio do Corpo de Bombeiros.

Segundo Claudiomiro Reis, da gerência regional do Sebrae, em Ijuí, há quatro eixos prioritários no Cidade Empreendedora. Um deles é a liderança, para trabalhar algumas áreas do poder público, especialmente com a secretaria municipal de Desenvolvimento Econômico, para que agentes de desenvolvimento façam intercâmbios com outros municípios a fim de implantar projetos. O segundo eixo é a desburocratização, simplificar os processos de abertura ou alteração de empresas, por exemplo, de forma digital. Isso abrange todas as áreas ligadas a alvarás. O último eixo é a educação empreendedora, com a finalidade de atuar com os professores, atitude empreendedora do professor.

Outro objetivo é fazer com que compras públicas cada vez mais sejam realizadas de empresas locais, ou seja, que empreendimentos locais participem de licitações da prefeitura ijuiense. Em entrevista à RPI, o Prefeito Andrei Cossetin reforçou o objetivo de fomentar o comércio local. “Em 2019, 110 milhões foi o valor empregado pelo município na compra de terceiros, sendo que 43% deste valor foi de empresas locais. Debato desde então a necessidade de invertermos esse número, para aumentarmos o número de empregos e investimentos aqui”. 

O prefeito defendeu ainda a parceria entre o município, o setor produtivo e a comunidade, através da chamada “tríplice hélice”, que consiste em um paradigma de produção de inovação que deixa de ser centrado apenas na indústria e passa a se apoiar em três elementos inter-relacionados: as empresas, as universidades e o governo.

O programa “Cidade Empreendedora” em Ijuí ainda pretende agir em três áreas paralelas. Uma delas é o turismo, por exemplo, o radar turístico e com as empresas deste segmento. Ainda existe o foco da inovação, com grande movimento a fim de conectar ações de inovação do município. Outro eixo é a inspeção municipal, com avaliação da legislação sanitária. Claudiomiro Reis explica que neste último caso a finalidade é debater o Sistema de Inspeção Municipal e o Susaf, para estarem de acordo com as leis estadual e federal a fim de facilitar a comercialização de produtos ou alimentos fora de Ijuí.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!