Busca rápidaX

Prorrogado prazo para entrega do Parque Popular da Pedreira

25 de outubro de 2019

Iniciadas em 2011 com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), as obras do Parque Popular da Pedreira deverão ser concluídas somente em 2020. No início deste ano, o governo federal havia publicado portaria, na qual determinava que projetos com recursos do PAC fossem concluídos até 30 de setembro deste ano.

Após pressão de órgãos como prefeituras e Estados, que alegavam atraso nos repasses e outros problemas para tocar as obras, o Ministério da Economia reviu a decisão. Em nova portaria, o prazo para a conclusão dos projetos, caso do Parque da Pedreira, foi estendido até 30 de junho de 2020.

De acordo com a secretária de Planejamento e Regulação Urbana, Márcia Boniati, existem seis metas a serem cumpridas até a data final para a entrega do local.

“Duas etapas a gente já concluiu, que é a recuperação de área degradada e o plantio de árvores, e estamos trabalhando para cumprir a terceira até o final do ano, que é a regularização fundiária de algumas áreas, uma questão mais administrativa. Para 2020 vamos pensar nas obras viárias e na pavimentação”, cita a secretária.

Nesta semana, um engenheiro da Superintendência da Caixa Econômica Federal esteve em Ijuí, reunido com o prefeito Valdir Heck. Na ocasião, ficou esclarecido que o dinheiro investido pelo município na conclusão do Parque será ressarcido. A decisão consta na portaria publicada pelo governo federal, que anteriormente havia responsabilizado Estados e Municípios pelos aportes financeiros para a finalização dos projetos.

Ao todo, quase R$ 5 milhões em recursos federais foram colocados à disposição para as obras do Parque da Pedreira, mas novos valores terão que ser investidos para a entrega do local.

“Havíamos feito uma reprogramação no início do ano, e suprimido diversos itens do projeto original para poder cumprir com a exigência com recursos próprios. Nós vamos manter essas supressões, mas faremos uma nova reprogramação para deixar o Parque funcional, mas vamos tentar ocupar a integralidade dos valores para fazer o máximo possível de benfeitorias, até esgotarmos o valor de R$ 4,9 milhões que está previsto, embora a maior parte desses recursos já tenham sido aplicados”, informa Márcia Boniati.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí.

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!