Busca rápidaX

Protesto em Encruzilhada do Sul lembra morte de criança de dois anos

10 de dezembro de 2018
Foto: Rodrigo Nascimento

Vestindo roupas pretas e com cartazes que pedem Justiça, pais, mães e avós de crianças encruzilhadenses realizaram na tarde deste domingo (9) uma caminhada para lembrar a morte do menino Enzo Gabriel Quintana Dilengurg, de apenas dois anos de idade, ocorrida na última quarta-feira. O padrasto do garoto, Jonatas Gomes de Melo, de 32 anos, que confessou ter agredido o menino está preso no Presídio Estadual de Encruzilhada do Sul. 

O protesto foi movido por meio das redes sociais. Por volta das 16h, os participantes reuniram-se na Praça Barão do Quaraí, no Centro de Encruzilhada. Antes da saída, os participantes rezaram para Santa Bárbara, padroeira de Encruzilhada do Sul, cuja imagem fica na praça. 

A caminhada teve início após a oração. Crianças vestindo roupas brancas, e com asas de anjo, simbolizavam a paz. A manifestação seguiu pela Avenida Rio Branco, a principal de Encruzilhada, até a Delegacia de Polícia Civil. “Não podemos deixar que uma brutalidade desta passe sem nos manifestar. Não podemos ficar calados”, justifica a cabeleireira Giulia Aguilhera, uma das organizadoras da caminhada.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Gaz - Gazeta online
error: Conteúdo protegido!