Busca rápidaX

MANCHETES

Reajuste nos salários do funcionalismo de Ijuí terá impacto de quase R$ 6 milhões ao ano

17 de janeiro de 2020

A folha de pagamento deste mês chegará nas mãos dos 2.200 servidores públicos de Ijuí com um reajuste nos salários de 4,48%. O percentual representa a inflação acumulada em 2019 e repõe as perdas com o aumento médio de preços do País. O projeto de reajuste foi aprovado ontem (16) pela Câmara de Vereadores de Ijuí.

Já na tarde desta sexta-feira (17), o Poder Executivo divulgou os dados preliminares do impacto que o aumento causará aos cofres públicos. Entre os vencimento e encargos dos servidores municipais, o aumento mensal na folha de pagamento será de R$ 459 mil. Por ano, o reajuste representa um desembolso de R$ 5,965 milhões.   

Embora os professores da rede pública municipal tenham salários balizados pelo Piso Nacional do Magistério, a prefeitura decidiu conceder a reposição inflacionária e esperar uma definição sobre o reajuste oficial do Piso. Na semana passada, o índice anunciado foi superior a 12%, valor considerado inviável por muitas prefeituras do País e que está sendo rediscutido junto ao governo federal, que é quem define o aumento do Piso do Magistério todos os anos.

A APMI Sindicato, que representa os professores da rede pública municipal de ensino, anunciou que buscará a reposição integral dos salários dos professores com base no Piso Nacional do Magistério.

Após acordo firmado com o prefeito Valdir Heck no início do ano, o sindicato aceitou o reajuste de 4,48% para o mês de janeiro. No entanto, após o governo federal reajustar o Piso do Magistério em 12,84%, o sindicato afirmou que vai buscar a reposição total do índice nos salários dos professores municipais de Ijuí. Com o reajuste, o salário básico de um professor 40 horas em início de carreira seria de R$ 2.886,00.

Por outro lado, o prefeito Valdir Heck alega que já adiantou à APMI Sindicato que a reposição integral do Piso do Magistério é inviável, pois não há recursos suficientes para pagar o reajuste de 12,84%.

A tendência é de que ao menos uma rodada de negociações seja estabelecida no mês de fevereiro, entre a APMI Sindicato e a prefeitura, com o intuito de resolver a questão.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!