Busca rápidaX

Região de Ijuí recebe aviso do Governo do Estado no sistema 3As de monitoramento

4 de agosto de 2021

Depois de 20 dias da retirada de todos os alertas às regiões e com números decrescentes de casos, internações e mortes, o Grupo de Trabalho Saúde do Governo do Estado do Rio Grande do Sul emitiu avisos a 17 regiões que vem preocupando o estado. São elas, Santa Maria, Uruguaiana, Canoas, Guaíba, Porto Alegre, Santo Ângelo, Cruz Alta, Ijuí, Palmeira das Missões, Erechim, Passo Fundo, Pelotas, Bagé, Caxias do Sul, Cachoeira do Sul, Santa Cruz do Sul e Lajeado. Só ficaram de fora as regiões de Santa Rosa, Novo Hamburgo, Taquara e Capão da Canoa. 

Batizado de 3As (aviso, alerta e ação), os referidos avisos foram emitidos mais por precaução, segundo o  secretário de Articulação e Apoio aos Municípios, Luiz Carlos Busato. Só ficaram de fora as regiões de Santa Rosa, Novo Hamburgo, Taquara e Capão da Canoa. 

O motivo dos avisos seria o aumento de novas hospitalizações por Covid, identificadas no sistema Sivep Gripe. Para cada região, os técnicos apresentaram os dados que embasam o aviso. Caso a situação piore, a região receberá um alerta, e os municípios que a integram terão de apresentar um plano de ação ao governo do Estado.  

A preocupação também se dá em razão da variante Delta, que deixa o mundo todo amedrontado. Além disso, é possível observar novamente o relaxamento dos cuidados por parte da população, seja por causa da vacinação ou pela diminuição de novos casos. 

Segundo o prefeito de Panambi, Daniel Hinnah, que também coordena o Comitê Covid na região, o aviso é o primeiro nível e foi emitido devido a um aumento de internações na maioria das regiões do estado, de uma semana para outra.
Na região de Ijuí, segundo ele, também houve aumento nas hospitalizações se comparado a semana anterior. “No entanto o aviso ainda não significa que tenhamos que tomar medidas de contenção, mas que a região precisa avaliar as tendências” afirma. O Comitê regional tem uma reunião marcada para esta quinta-feira a tarde, quando vai avaliar de forma mais aprofundada os motivos pelo qual o município recebeu o aviso, conclui Hinnah. 

 

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí / Editado de Gaúcha ZH
error: Conteúdo protegido!