Busca rápidaX

MANCHETES

Região de Ijuí teve falta de vacinas contra a febre aftosa e inadimplência poderá ser reavaliada

11 de dezembro de 2018

A Coordenadoria Regional da Agricultura, com sede em Ijuí, aguarda orientações do governo estadual acerca de procedimentos com proprietários de bovinos e bubalinos, cujos animais não foram vacinados contra a febre aftosa na campanha que terminou ontem. Todos os animais com até dois anos precisam ter sido imunizados.

O problema é que muitos não receberam as doses porque faltou vacinas no mercado. Segundo o supervisor da Coordenadoria Regional da Agricultura de Ijuí, Emílio Stum, normalmente que não imuniza contra a aftosa fica inadimplente e sujeito à multa. Porém, dessa vez, em razão da falta de medicamentos para compra é preciso avaliar as medidas.

No município de Ijuí, por exemplo, o último levantamento apontava vacinação de aproximadamente 75% dos bovinos e bubalinos com até dois anos contra a febre aftosa. Porém, existem agricultores que ainda precisam apresentar as notas fiscais de aquisição dos medicamentos, o que vai elevar esse índice. Aliás, até a próxima segunda-feira os donos dos animais podem entregar as notas de compras da vacina anti-aftosa nas Inspetorias Veterinárias.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!