Busca rápidaX

Região será beneficiada com instalação de novos pluviômetros automáticos

17 de setembro de 2018

A Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) inicia quarta-feira (19), a instalação dos primeiros 20 pluviômetros automáticos recentemente adquiridos pelo Estado. Os equipamentos, que registram a quantidade, a intensidade e o tempo de duração das chuvas, serão instaladas nos seguintes municípios: Barra do Ouro, Barros Cassal, Bom Jesus, Capão da Canoa, Carazinho, Constantina, Dom Feliciano, Esmeralda, Herveiras, Mariana Pimentel, Morrinhos do Sul, Osório, Panambi, Pantano Grande, Sananduva, Santo Antônio da Patrulha, Sertão Santana, Tapejara, Torres e Viamão. A distribuição obedece a critérios técnicos da Organização Mundial de Meteorologia.

 As novas ferramentas serão incorporadas à moderna rede da Sala de Situação, que acompanha os dados aproximadamente 400 estações automáticas de monitoramento hidrometeorológicas. De acordo com o diretor do Departamento de Recursos Hídricos (DRH), Fernando Meirelles, os pluviômetros trarão mais qualidade à gestão da água no Rio Grande do Sul e auxiliarão a Sala de Situação no trabalho de monitorar a previsão do tempo e reduzir os efeitos adversos de secas e inundações. “Esse sistema auxilia os produtores rurais no planejamento das atividades agrícolas, oferece subsídios para os municípios decretarem situação de emergência e acelera as ações de resposta da Defesa Civil em casos de enchente”, ressalta Meirelles.

Cada pluviômetro é composto por um reservatório, uma placa solar, um modem e uma antena de comunicação com o satélite. Entre outros benefícios, também contribuem na elaboração de prognósticos sobre as mudanças climáticas no Estado, que indicam maior irregularidade das chuvas. “Os modelos mais aceitos indicam que as chuvas estão cada vez mais intensas e menos frequentes, contribuindo para períodos de cheia e de estiagem”, alerta Meirelles.

A aquisição dos novos equipamentos foi definida em parceria do governo do Estado com o Banco Mundial. O lançamento da licitação ocorreu no dia 22 de fevereiro deste ano. Por meio do programa Pró-Redes, foram compradas, ao todo, 160 estações de monitoramento de chuva, das quais 60 também medem o nível dos rios. A preparação das estruturas dessas 60 estações que também medem o nível dos rios já começou a ser implantada. A previsão é de que todas as 160 sejam instaladas até fevereiro de 2019. 

Após a instalação dos novos equipamentos, a rede da Sema acompanhará os índices de chuva em 612 pontos do Estado. Em 2015, a Sala de Situação monitorava 45 estações. “A ampliação foi possível a partir da incorporação de informações de redes federais e de empreendimentos particulares”, destaca Fernando Meirelles.

Foram incorporadas ao portal da Sala de Situação informações de redes como Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden), Agência Nacional de Águas (ANA), setor elétrico e Usina Binacional Salto Grande – totalizando 97% de cobertura das áreas urbanas. 

Compartilhar
  • 8
  •  
  •  
  •  
  •  
    8
    Shares
Fonte: Governo do Estado

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Peugeot Champs Elysées



Peugeot Champs Elysées

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido !!!