Busca rápidaX

MANCHETES

Regiões Celeiro e Médio Alto Uruguai são destaques no Valor Adicionado Fiscal dos índices provisórios do ICMS para 2018

19 de junho de 2017
Os índices provisórios de participação de cada município no ICMS a ser arrecadado em 2018 poderão ser conferidos na edição de hoje do Diário Oficial do Estado. Apurado pela Secretaria da Fazenda com base no desempenho médio da economia local entre os anos de 2015 e 2016, o Índice de Participação dos Municípios indica como o Estado vai repartir cerca de R$ 8,33 bilhões, ao longo do próximo ano, entre as prefeituras gaúchas.

Em relação ao Valor Adicionado Fiscal,  o melhor desempenho proporcional ocorreu nas regiões Celeiro, Sul e Médio Alto Uruguai. Nas dez maiores economias do Rio Grande do Sul, apenas três municípios têm crescimento previsto para o próximo ano, ou seja, Canoas, Rio Grande e Santa Cruz do Sul.

 

COREDE

VAF 2015

VAF 2016

Variação 2016/2015

Celeiro

R$   2.618.321.741,96

 R$   3.130.579.724,00

19,6%

Sul

R$ 13.670.046.347,14

 R$  15.801.140.678,00

15,6%

Médio Alto Uruguai

R$   3.525.605.667,54

 R$    4.029.221.807,00

14,3%

Fronteira Noroeste

R$   4.835.068.272,59

 R$    5.472.143.269,00

13,2%

Alto Jacuí

R$   5.144.665.514,74

 R$    5.784.388.469,00

12,4%

Campanha

R$   3.799.573.900,00

 R$    4.201.607.170,00

10,6%

Vale do Rio Pardo

R$   9.535.447.931,87

 R$  10.481.967.020,00

9,9%

Centro Sul

R$   4.196.827.341,98

 R$    4.604.808.898,00

9,7%

Jacuí Centro

R$   2.257.638.843,64

 R$    2.471.432.433,00

9,5%

Fronteira Oeste

R$   8.747.027.519,08

 R$    9.570.915.194,00

9,4%

Litoral

R$   3.815.651.842,09

 R$    4.145.676.260,00

8,6%

Nordeste

R$   3.688.531.612,48

 R$    4.003.136.128,00

8,5%

Hortênsias

R$   2.204.991.983,69

 R$    2.390.284.515,00

8,4%

Vale do Taquari

R$   9.535.064.816,30

 R$  10.334.119.340,00

8,4%

Vale do Jaguarí

R$   1.780.483.318,27

 R$    1.929.245.758,00

8,4%

Missões

R$  4.974.406.465,39

 R$    5.376.717.993,00

8,1%

Vale do Caí

R$  5.239.688.630,45

 R$    5.593.485.404,00

6,8%

Rio da Várzea

R$  2.943.129.000,92

 R$    3.101.456.131,00

5,4%

Central

R$  6.316.490.175,57

 R$    6.543.064.441,00

3,6%

Alto da Serra do Botucaraí

R$  1.856.401.865,95

 R$    1.921.800.920,00

3,5%

Noroeste Colonial

R$  4.557.580.391,68

 R$    4.709.422.976,00

3,3%

Norte

R$  6.153.764.077,69

 R$    6.354.183.106,00

3,3%

Campos de Cima da Serra

R$  3.331.713.503,96

 R$    3.407.566.072,00

2,3%

Paranhana Encosta da Serra

R$  3.352.290.278,16

 R$    3.404.926.883,00

1,6%

Serra

R$ 29.777.037.129,11

 R$   30.226.904.031,00

1,5%

Vale do Rio dos Sinos

R$ 44.140.021.942,87

 R$   44.377.255.281,00

0,5%

Metropolitano Delta do Jacuí

R$ 51.088.760.194,30

 R$   51.247.037.893,00

0,3%

Produção

R$  11.404.040.285,47

 R$   11.409.609.191,00

0,0%

TOTAL RS

R$ 254.490.270.594,89

 R$ 266.024.096.985,00

4,5%

Valor Adicionado Fiscal por Corede 2015 – 2016
Fonte: Receita Estadual
 

Maiores Economias – Municípios

IPM 2018 – %

Porto Alegre

8,55

Canoas

7,09

Caxias do Sul

4,29

Gravataí

2,34

Rio Grande

1,97

Triunfo

1,82

Santa Cruz do sul

1,54

Novo Hamburgo

1,45

Passo Fundo

1,45

Pelotas

1,30

Fonte: Receita Estadual

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!