Busca rápidaX

Regiões de Palmeira das Missões, Santa Rosa e Santo Ângelo apresentam recursos para reverter bandeira da Covid-19

2 de agosto de 2020

O governo gaúcho vai divulgar, amanhã à tarde, as bandeiras definitivas do distanciamento controlado sobre Covid-19 que irão vigorar de terça-feira até o próximo dia 10. Até hoje, prefeituras e associações de municípios tiveram oportunidade de protocolar recursos, referente à previa das bandeiras, cuja divulgação aconteceu na última sexta-feira, na tentativa de ter cores mais brandas.

A região 13, de Ijuí, vai permanecer na bandeira laranja nesta semana. Por isso, não foi protocolado recurso. A região 12, de Cruz Alta, também foi mantida na bandeira laranja. Porém, as regiões 11, de Santo Ângelo, e 14, de Santa Rosa, foram classificadas previamente na bandeira vermelha, ou seja, risco alto, com piora na situação do novo coronavírus, pois nos últimos dias estão com bandeira laranja.

As regiões 15 e 20, por sua vez, que têm como referência o município de Palmeira das Missões, foram indicadas para permanecer com bandeira vermelha, que já vigora há três semanas. A Associação dos Municípios da Região Celeiro, a Amuceleiro, e Associação dos Municípios da Zona da Produção, Amzop, enviaram recurso, referente à área de Palmeira das Missões.

Um dos argumentos para tentar voltar à bandeira laranja é de que a região conseguiu manter estável o número de óbitos por Covid-19 nos últimos dias. Também foi argumentado que, através de pesquisa, foi comprovado que os casos do novo coronavírus não se referem ao ambiente de trabalho.

Dos 21 municípios da região Celeiro, 12 pertencem à região de Palmeira das Missões no distanciamento controlado. Os demais estão ligados à região 13, de Ijuí, por isso, esses últimos estão na bandeira laranja.

Já a prefeitura de Santa Rosa encaminhou recurso com objetivo do município se manter na bandeira laranja. Porém, o aumento de internações por Covid-19 constatado no momento pode prejudicar o pedido. Por outro lado, o Executivo de Santa Rosa, a partir de amanhã, vai voltar a fechar cancha de bochas, quadras esportivas e campos de futebol. Também haverá proibição de festas em locais de eventos.

E o Executivo de Santo Ângelo, da mesma forma, encaminhou recurso para reverter a bandeira vermelha. Segundo o prefeito, Jaques Barbosa, os argumentos estão calcados no número de internações e projeção de óbitos.

Outra informação é que o governo estadual avalia uma cogestão do distanciamento controlado e trabalha a questão com a Federação das Associações de Municípios. Para isso, terça-feira haverá nova reunião entre o Estado, Famurs e as 27 associações regionais de municípios.

A Associação dos Municípios do Planalto Médio, com sede em Ijuí, por sua vez, encaminhou ofício à Famurs com posição favorável ao modelo adotado sobre a Covid-19, mas sugeriu duas mudanças. Os prefeitos ligados à Amuplam querem que as análises das bandeiras sejam feitas a cada 14 dias e não sete como ocorre atualmente. Além disso, a Amuplam sugere que a divulgação da prévia das bandeiras aconteça às quintas-feiras, a fim de proporcionar mais tempo para contestação.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí