Busca rápidaX

MANCHETES

Relatório da delegacia da PRF de Ijuí, de 2017, aponta redução de acidentes e mortos

3 de janeiro de 2018
Redução do número de acidentes de trânsito, aumento das ações de educação para o trânsito e combate à criminalidade são os principais destaques do relatório de resultado do ano passado da 10ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal, com sede em Ijuí. Dentre os 553 km de extensão, que compreendem as BR's 158, 285, 377, 392 e 472, em 2017 ocorreu diminuição de 14% nos acidentes, em relação a 2016.

Se considerar por áreas, os acidentes com danos materiais reduziram 22,32%; com feridos a diminuição ficou em 5,96%; e os acidentes de trânsito com mortos retrocederam 22,58%. Além disso, no ano passado a delegacia da PRF de Ijuí registrou 347 pessoas feridas em acidentes, redução de 12,81% num comparativo com 2016. Por outro lado, 31 pessoas morreram nas rodovias de abrangência em 2017, diminuição de 20,51% num cotejo com 2016.

Os principais fatores contribuintes para acidentes, de modo geral, apresentaram redução em 2017 nas rodovias federais da região de Ijuí. O destaque negativo foi a embriaguez ao volante que, apesar do aumento da fiscalização com um maior número de autuações e prisões, contribuiu para nove acidentes com vítimas fatais. Outro dado, é que no ano passado as ultrapassagens indevidas, causadoras de acidentes de trânsito, aumentaram em 3,45%.

Em 2017, a delegacia da Polícia Rodoviária Federal, sediada em Ijuí, fiscalizou mais de 30 mil veículos. Em relação a 2016, houve aumento de 1,84% no número de autuações, que passou de 9.180 para 9.349. O número de condutores presos por dirigirem alcoolizados também aumentou em 45% e totalizou 29 pessoas no ano passado. Além disso, 12 veículos furtados ou roubados foram recuperados. Em termos de drogas, a delegacia da PRF de Ijuí apreendeu 165,50 Kg de maconha e 1,03 Kg de crack. Também, no ano de 2017, ocorreu retenção de 78.500 maços de cigarros contrabandeados.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!