Busca rápidaX

Representantes da CERSAD, de Santa Catarina, trocam experiências com cooperativas gaúchas

10 de agosto de 2018

No dia 07 de agosto estiveram na Ceriluz dois representantes da Cooperativa de Energia Elétrica Salto Donner – Cersad, de Doutor Pedrinho, Santa Catarina. Realizaram a visita o presidente da cooperativa, Cláudio André Roeder, e o contador, Wesley Tonolli. A iniciativa fez parte de um roteiro da dupla no estado do Rio Grande do Sul, que incluiu ainda as cooperativas Certel, de Teutônia, Creral, de Erechim, Coprel, de Ibirubá, e também a concessionária Hidropan, de Panambi. Ambos são alunos do curso de MBA Executivo em Administração – Setor Elétrico, promovido pela Fundação Getúlio Vargas – FGV, em Lages, SC, nos últimos dois anos. Além de visitar colegas do curso nessas distribuidoras de energia, o objetivo, conforme o presidente Cláudio André Roeder, foi conhecer as diferentes experiências destas empresas nas áreas de geração e distribuição de energia.

Um dos principais pontos diz respeito à regulamentação da Cersad como Permissionária de Serviço Público, uma vez que as cooperativas visitadas já estão regulamentadas, enquanto que a cooperativa de Santa Catarina deve assinar no próximo mês o seu contrato junto à Agência Nacional de Energia Elétrica – Aneel. “Hoje não estamos no ambiente regulado, devemos assinar o contrato em setembro e estamos buscando ver o que estas cooperativas que já são reguladas estão fazendo, como elas se anteciparam para essa regulamentação […] e tentar aplicar alguma coisa na nossa cooperativa assim que ela for regulamentada”, comentou Roeder. Ambos estiveram reunidos com diretores da Ceriluz, incluindo o presidente Iloir de Pauli, que responderam dúvidas sobre o tema, repassando informações que servirão de subsídios para os próximos passos da cooperativa catarinense.

Apesar de ser mais antiga que a Ceriluz – está com 59 anos – a Cersad é uma organização de pequeno porte, com pouco mais de 1,2 mil unidades consumidoras e duas usinas em operação, com capacidade instalada de 5 Megawatts (MW). No roteiro da visita à Ceriluz esteve incluída visita ao canteiro de obras de Pequena Central Hidrelétrica Sede II – Centenária e da estrutura da PCH RS-155.

Compartilhar
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1
    Share
Fonte: Assessoria de Comunicação: Ceriluz
error: Conteúdo protegido!