Busca rápidaX

MANCHETES

Representantes de cooperativas Sul-Mato-Grossenses buscam referências na Ceriluz

19 de setembro de 2019

Ceriluz recebeu ontem, 18, a visita de comitiva formada por representantes de três cooperativas do Estado de Mato Grosso do Sul. Estiveram representadas a Cergrand – Cooperativa de Energização e Desenvolvimento Rural da Grande Dourados; a Coeso – Cooperativa de Energização e Desenvolvimento Rural do Sudoeste Sul-mato-grossense, de Dois Irmãos do Buriti, e a Cercampo – Cooperativa de Eletrificação Rural, de Anhanduí.

Estiveram na Ceriluz, Jorge Luís Barbosa e Antônio Carlos Figueiredo, presidente e engenheiro eletricista da Cergrand, Edson Gonçalves Matos e Seiji Kato, presidente e vice-presidente da Coeso, e Arão Antônio Morais, presidente da Cercampo.

Porém, não foi apenas um encontro de cooperativas, mas também de federações. Assim como o presidente da Ceriluz, Iloir de Pauli, preside a Federação das Cooperativas de Energia e Desenvolvimento do RS – Fecoergs, o presidente da Cergrand, Jorge Barbosa, chefia a Federação das Cooperativas de Eletrificação Rural do Mato Grosso do Sul (Fecoerms).

Pela manhã colaboradores da Ceriluz apresentaram detalhes sobre as atividades do Grupo Ceriluz, incluindo assuntos técnicos das cooperativas de geração e distribuição, gestão contábil e provimento de internet.

O presidente Iloir de Pauli também destacou o trabalho desempenhado pela Fecoergs. “Temos muito para apresentar a essas cooperativas, que hoje enfrentam uma realidade muito diferente da nossa. Com certeza, a experiência que adquirimos em dez anos como permissionárias, os ajudará a tomarem algumas decisões que precisam em relação ao seu futuro”, avalia Iloir.

À tarde o grupo visitou a obra da PCH sede II Centenária e a infraestrutura da PCH RS-155, ambas em Ijuí. “Nós estamos buscando alternativas, primeiro como federação, verificando a maneira que a federação daqui trabalha para juntar as cooperativas no Estado e, por outro lado, saber como nós podemos enfrentar os desafios como cooperativas autorizadas”, destaca Barbosa, presidente da Fecoerms e da Cergrand.

Ele explica que a forma de atuação das cooperativas sul-mato-grossenses é diferente da Ceriluz, que desde 2010 é uma Permissionária de Serviço Público, regulada pela Aneel. Contudo, segundo ele, algumas experiências da Ceriluz podem contribuir para a gestão das autorizadas.

“Queremos, por meio dessa visita, pegar as experiências que vocês têm e lá, em nossas cooperativas, compilar esses dados, esse conhecimento, para ver para onde que nós vamos”, acrescenta Barbosa. Além da visita à Ceriluz, na quinta-feira, a comitiva esteve na cooperativa Coprel em Ibirubá.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Ceriluz

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido !!!