Busca rápidaX

Russia registra 1ª vacina contra o coronavírus e Brasil deve participar dos testes

11 de agosto de 2020

A Rússia se tornou nesta terça-feira (11) o primeiro País a registrar oficialmente uma vacina contra o coronavírus e declará-la pronta para uso. O presidente Vladimir Putin disse que uma de suas filhas já foi vacinada.

Putin ressaltou que a vacina passou pelos testes necessários e se mostrou eficaz, oferecendo imunidade duradoura ao coronavírus. No entanto, cientistas nacionais e internacionais têm alertado que a pressa em começar a usar a vacina antes dos testes da fase 3 —que normalmente duram meses e envolvem milhares de pessoas— pode ser um problema.

A Rússia também anunciou que o Brasil deve participar da próxima fase dos testes da imunização, prevista para começar na quarta-feira (12). Hoje o governo do Paraná anunciou que vai assinar amanhã um acordo para fabricar a imunização. A produção, entretanto, não tem previsão de início, pois depende de aprovação da Anvisa.

“Esta manhã, pela primeira vez no mundo, foi registrada uma vacina contra o novo coronavírus. Sei que é bastante eficaz, que dá uma imunidade duradoura”, disse Putin. “Gostaria de repetir que passou em todos os testes necessários. O mais importante é garantir a segurança total do uso da vacina e sua eficácia”, completou.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí com informações G1/Uol
error: Conteúdo protegido!