Busca rápidaX

MANCHETES

Champs Elysees

Santo Ângelo adere ao SUSAF. Sistema permite que produtores comercializem seus produtos em todo o Estado

5 de dezembro de 2018
Foto: Divulgação/SEMAGRI

Após uma série de reuniões e discussões a cerca do tema, o prefeito municipal de Santo Ângelo, Jacques Barbosa, confirmou, juntamente com a equipe técnica da Secretaria da Agricultura (Semagri), a adesão do município junto ao Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte (Susaf). A inclusão ao programa permite que os produtores locais já inspecionados pelo Serviço de Inspeção Municipal (SIM), possam comercializar seus produtores em todo o território gaúcho, o que proporciona a expansão da produção, mais emprego e mais renda para o setor rural.

Na última segunda-feira (3), o secretário da Agricultura, Gilmar Borges, protocolou a proposta de adesão ao sistema junto à Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Irrigação (SEAPI). Os documentos necessários para a adesão foram juntados pela equipe técnica da Semagri, sob a coordenação da médica-veterinária Emília Stehmann. Borges declarou que o Governo Municipal tem direcionado políticas públicas para o incremento da produção e da renda na propriedade rural familiar e que a adesão ao Susaf é mais uma ação para o desenvolvimento do setor primário.

Segundo o secretário da Agricultura, as doze agroindústrias já formalizadas pelo município, manifestaram o interesse em ampliar seus negócios abrindo espaço para a comercialização da produção em outros municípios do Estado. “Esperamos a análise da documentação de Santo Ângelo pela Seapi para este mês. A partir da aprovação, vamos dar início ao processo individual de adesão”, afirmou o secretário. 

O prefeito Jacques Barbosa desta a adesão. “É um marco histórico que vem de encontro à nossa política de governo, ampliando as áreas de comércio, garantindo mais renda para os produtores e a possibilidade de novas frentes de trabalho em Santo Ângelo”, declarou. O chefe do executivo lembrou ainda que o Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte existe desde 2011, porém os municípios encontravam dificuldades para integrá-lo. A partir do Decreto da Seapi, de agosto deste ano, as exigências foram minimizadas, porém mantendo o foco na qualidade e na inocuidade dos produtos em relação à saúde pública.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Prefeitura Santo Ângelo

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido !!!