Busca rápidaX

MANCHETES

Santo Ângelo terá voos para São Paulo a partir de julho de 2022

17 de novembro de 2021

A partir do próximo ano, o Rio Grande do Sul vai ter novos voos, através da empresa Gol, entre o interior do Estado e o aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. As novas linhas foram anunciadas hoje. Os municípios contemplados são Pelotas, Uruguaiana, Santo Ângelo e Santa Maria.

O aeroporto de Santo Ângelo vai ter voos diretos para Guarulhos, com Boeing 737-700, capacidade para 144 lugares, a partir de 4 de julho de 2022. A venda de passagens para Santo Ângelo vai começar no primeiro trimestre do ano que vem. A tendência é que a rota Santo Ângelo-Guarulhos tenha quatro voos semanais.

Início 

As operações em Pelotas serão iniciadas em 17 de janeiro. A rota será operada com avião Boeing 737-700, com capacidade de 138 passageiros. Santo Ângelo receberá voos diretos de Guarulhos operados, também com Boeing 737-700, a partir de 4 de julho de 2022.

De acordo com a Gol, a rota entre Uruguaiana e Guarulhos é fruto de parceria entre a companhia aérea e a Voepass. Com início previsto para 5 de abril do próximo ano, terá três frequências semanais, às terças, quintas e sábados. Os bilhetes serão comercializados exclusivamente pela Gol, e os voos, operados pela companhia parceira com a aeronave ATR-72, com capacidade para 68 passageiros. Também em parceria entre a Gol e a Voepass, a rota entre Santa Maria e Guarulhos terá operações que se iniciam em 26 de outubro de 2022.

Bilhetes para Pelotas estarão disponíveis para compra ainda nesta quarta (17). A venda de passagens para Uruguaiana começa na próxima semana. Para Santo Ângelo e Santa Maria, no primeiro trimestre de 2022. A aquisição pode ser feita no site e pelo aplicativo da companhia, nas lojas Gol nos aeroportos, pelo telefone da Central de Relacionamento (0300 115 2121) e em agências de viagem. 

“Essas novas rotas vão conectar todas as regiões do Estado ao principal hub da América do Sul, que é o aeroporto de Guarulhos, e de lá para praticamente qualquer lugar do mundo. Com isso, aproximamos pessoas, regiões e negócios, o que tem impacto econômico relevante para a competitividade do Estado. Temos um programa de desenvolvimento da aviação regional, que oferece redução de impostos no combustível da aviação, mas não é só isso que determina esse investimento. Toda a reorganização econômica do Rio Grande do Sul, por meio das reformas que promovemos, alavanca essa disposição para o investimento”, destacou o governador Eduardo Leite.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Radio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!