Busca rápidaX

MANCHETES

Santo Ângelo zera compra de vagas na educação infantil

1 de fevereiro de 2018

A Secretaria de Educação de Santo Ângelo está conseguindo atender a demanda por vagas infantis na rede pública de ensino. Isso reduziu a compra de vagas na iniciativa privada para crianças de zero a cinco anos, necessária após determinação judicial. 

Conforme levantamento apresentado pelo secretário Valdemir Roepke, em 2017 o município abriu 170 novas vagas, reduzindo de 77 para sete o número de crianças acolhidas em creches particulares. Com a implantação de duas novas turmas no interior e a construção de duas novas salas na Escola Infantil Modelo, do Bairro Dido, neste ano, não serão necessárias a aquisição de vagas da iniciativa privada. Isso gerou economia. Em 2016, o montante pago às creches particulares foi de 369 mil e 600 reais. Ano passado, o valor caiu para 33 mil e 600 reais. Para 2018, não há previsão de investimentos.

Valdemir Roepke informou ainda que o número de crianças matriculadas na rede pública que saiu de duas mil 385 em 2016 para duas mil 711 no ano passado, totalizando 326 novas vagas. 
 

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!