Busca rápidaX

Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Ijuí tem foco na organização

15 de novembro de 2018

    O Programa Rádio Ligado da Rádio Progresso recebeu nessa Quinta Feira(15), o Secretário de Desenvolvimento Econômico de Ijuí, Antônio Tâmbara e seu secretário adjunto Marcos Henkes. Na pauta, o desenvolvimento econômico, atração de novas empresas e a destinação de áreas no distrito industrial.

   Na última Segunda Feira(12), uma ampla discussão na câmara de vereadores, acendeu a discussão, sobre a destinação de terrenos para a instalação de novas empresas. Aliás, entre os projetos que baixaram as comissões da casa, está a reformulação de uma lei aprovada no dia 04 de Agosto de 1987. Esta lei, em questão, destinou uma área a empresa Ediza de Ijuí. Segundo o secretário Ântonio Tâmbra, a mudança em alguns aspectos da lei, de 30 anos, se faz necessário para a empresa ampliar seus negócios na cidade. Segundo ele, existem algumas implicações na matéria que não permitem a construção de novas matrizes produtivas no terreno doado pelo município. 

   Durante a entrevista o Secretário de Desenvolvimento Econômico de Ijuí, respondeu diversas questões, entre elas, a demora na destinação de novas áreas no chamado “Distrito Industrial de Ijuí”. Esta área se localiza nas proximidade do aeroporto, as margens da BR285. Conforme Tâmbara, ao assumir a pasta, logo se deparou com essa dificuldade organizacional do setor. “Nós tivemos que efetuar todo o levantamento, desmembramento e o loteamento dos terrenos, para que eles possam ser ocupados”. Disse o Secretário. Marcos Henkes, secretário adjunto é o responsável pelo levantamento da situação dos terrenos e sua organização cadastral. 

 “Não podemos destinar essas áreas neste momento, pois, as empresas não poderão efetivar seus investimentos, nem mesmo buscar financiamento em bancos de fomento, sem ter posse das escrituras”  

   Na sua fala, o secretário admitiu que o foco do seu trabalho, frente a Secretaria de Desenvolvimento Econômico está na organização. No entendimento da administração, esse processo só vai surtir efeito ao longo dos anos, quando todas as áreas estiverem com sua escritura pronta e estruturalmente adequada para receber investimentos do setor privado. Isto inclui; acesso fácil e ligações de Água, Luz e Internet.

   Durante a entrevista, sem tecer críticas as administrações passadas, Antônio Tâmbara disse que as destinações feitas em anos anteriores foram, no mínimo equivocadas.

   No final do ano de 2015, o então prefeito Fioravante Balim(PDT) enviou à câmara de vereadores um pacote de destinações de áreas, nenhuma destas empresas ocupam este espaço até hoje, por falta de regulação. 

Compartilhar
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    2
    Shares
Fonte: Rádio Progresso AM 690
error: Conteúdo protegido!