Busca rápidaX

Secretaria de educação de Santo Ângelo trabalha nos planos de prevenção de incêndio das escolas

30 de janeiro de 2020
Foto: Rodrigo Bergsleithner

Antes do início do ano letivo na rede municipal de ensino, a Secretaria Municipal de Educação (SMEd) desenvolve o Projeto de Prevenção e Combate a Incêndio (PPCI) nas 41 escolas de ensino do município. Para o prefeito Jacques Barbosa, a implantação deste sistema é um alto investimento do Governo Municipal para que a rede pública de ensino esteja em conformidade com a legislação de prevenção e combate ao incêndio e ofereça segurança aos alunos, professores e servidores da educação.

De acordo com a engenheira civil da secretaria, Raquel Kreuzberg, responsável pelos PPCI’s das escolas, o trabalho iniciou em abril do ano passado e todo o projeto foi elaborado de acordo com a legislação do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio Grande do Sul. “Primeiramente, foram realizadas visitas às escolas, analisando todos os itens que possuíam e as áreas construídas a serem protegidas. Em segundo instante, após esse detalhamento foi feita a planta baixa de cada escola e distribuída de acordo com as distâncias e áreas a serem protegidas às adequações necessárias a cada edificação”, explica.

Conforme alguns itens observados nas normas, segundo a engenheira, foi possível identificar quais escolas deveriam ser encaminhadas como Plano de Prevenção Contra Incêndio (PPCI) e quais deveriam ser encaminhadas como Plano Simplificado de Prevenção Contra Incêndio (PSPCI). “No primeiro caso foram feitas as plantas baixas, cortes e planta de localização e situação, além de demais documentos exigidos, para o encaminhamento físico junto ao Corpo de Bombeiros Militar (CBM) de Santo Ângelo. Após este processo, foi gerado o protocolo e, então, é realizada a análise dos documentos pelos bombeiros. No segundo caso, todos os documentos são encaminhados de forma online pelo sítio do CBM, para análise”, justifica.

A engenheira salienta que o que diferencia o modo como é encaminhado é a área construída e a ser protegida, se a mesma possui ou não central de gás, onde os Planos encaminhados como PPCI devem possuir área maior ou igual a 750 metros quadrados ou possuir dois ou mais pavimentos. Além disso, para ser encaminhado como PSPCI deve possuir área até 750 metros quadrados e não possuir central de gás.

Todas as escolas receberão as seguintes adequações:
– Extintores de Incêndio;
– Sinalização de Emergência;
– Brigada de Incêndio;
– Iluminação de Emergência;
– Saídas de Emergência;
As Escolas com áreas superiores a 750 metros quadrados vão possuir alem das adequações descritas acima às seguintes:
– Alarme de incêndio;
– Hidrantes e mangotinhos;
– Acesso de viaturas na edificação;
– Segurança estrutural contra incêndio;
– Controle de materiais de revestimento e acabamento;
– Plano de emergência;
Todas essas adequações serão realizadas após a aprovação dos projetos encaminhados no CBM.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Assessoria da Prefeitura de Santo Ângelo

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!