Busca rápidaX

Secretário afirma que não haverá concursos e nem reajustes salariais para servidores federais em 2020

30 de agosto de 2019
O secretário Especial da Fazenda, Waldery Rodrigues Junior, durante audiência pública na Comissão Mista de Orçamento, sobre o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentarias (LDO) 2020.

O secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, afirmou hoje que não há previsão no Projeto de Lei Orçamentária Anual (Ploa) de 2020 para a realização de concursos públicos.

Segundo ele, sem espaço fiscal e com a previsão de um rombo de R$ 124,1 bilhões em 2020, não está previsto a realização de provas para a seleção de funcionários. Rodrigues também destacou que não há qualquer estimativa para a concessão de reajustes para servidores no próximo ano.

Em coletiva de imprensa, nesta sexta-feira (30), o secretário especial da Fazenda, Waldery Rodrigues, reconheceu que o valor previsto para o ano que vem “pode comprometer a máquina pública”, mas ressaltou que não há risco de shut down – termo em inglês usado para designar a paralisia do governo por falta de verbas.

“Dado o espaço fiscal que temos, a proposta não contempla a realização de concursos. Reajustes salariais, somente aqueles previstos no PLDO de 2020, para os militares”, disse.

A proposta de mudanças nas regras para a inatividade de militares também reajusta a remuneração dos militares. Apesar do texto ainda estar em tramitação no Congresso Nacional, o governo destinou recursos orçamentários para custear essas revisões nos contracheques dos militares.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Agência Brasil e UOL.

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!