Busca rápidaX

MANCHETES

Segunda etapa do estudo que mapeia o avanço da Covid-19 é neste fim de semana em Ijuí

25 de abril de 2020

Neste sábado e domingo, hoje e amanhã portanto, uma equipe de pesquisa da Unijuí novamente vai sair a campo, em Ijuí, para dar continuidade ao estudo sobre o avanço do Coronavírus no Rio Grande do Sul.
A equipe reforça o pedido para que a comunidade atenda os voluntários e participe do estudo, que será realizado com todos os cuidados sanitários necessários.

Nesta segunda etapa do estudo, serão visitados 500 domicílios e realizado um teste por família, por meio de sorteio. Este teste é rápido e demora cerca de 15 minutos para apontar o resultado. Além disso, será aplicado um questionário para o levantamento de dados complementares ao trabalho de pesquisa.

Todos os pesquisadores estarão devidamente identificados e utilizando todos os equipamentos de proteção individual necessários para se realizar a coleta com segurança e tranquilidade.

Ontem, no campus da Unijuí, a equipe passou por uma capacitação, coordenada pelo Instituto de Pesquisa e Opinião de Pelotas. Composta por professores pesquisadores vinculados ao Departamento de Ciências da Vida , o trabalho também contará com a participação de 25 estudantes dos cursos de Graduação da área da saúde da Universidade.

Todos os participantes foram testados ontem antes da ida a campo do fim de semana. E, para reforçar a segurança, a equipe de pesquisa recebeu uma doação da Criatec e empresa incubada, que produziu máscaras de acrílico, as face shields.

A pesquisa é uma iniciativa da Secretaria de Saúde do RS, da Vigilância Epidemiológica e do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, em parceria com universidades gaúchas.

O estudo será realizado em Pelotas, Santa Maria, Uruguaiana, Ijuí, Passo Fundo, Caxias do Sul, Santa Cruz do Sul, Lajeado e Grande Porto Alegre simultaneamente, com a coordenação da UFPel.
Trata-se de um estudo inédito, a partir de amostragens epidemiológicas sequenciais, e que permitirá identificar a prevalência da doença por regiões, o contingente de pessoas atingidas pelo novo coronavírus, mas que não apresentam sintomas e projetar a incidência de casos mais graves e até o grau de letalidade da doença.

Os professores envolvidos neste estudo pela Unijuí são: Evelise Berlezi, Matias Frizzo, Lígia Franz, Thiago Heck do Mestrado em Atenção Integral à Saúde e Carlos François, do curso de Medicina.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Unijuí/Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!